Pesquise no Blog

Michael Jackson

Minha Homenagem!

Lembro que em 1985 quando assisti o video clip de Beat It no fantástico, eu não dormi tão cedo. Passei parte da noite tentando fazer alguns passes de dança daquele que me sumpreendeu dançando. Morava em Santarém e nem televisão agente tinha. Assisti na casa de um amigo.

Depois disso assisti outros videos dele, dos quais Billy Jean e o épico Trhiller. Eu pegava talco e cologava no chão de uma sala que havia na minha casa; era um assoalho de tábuas que ficavam lisinha com o talco, ai eu e um amigo iamos ensair os passes dele. Da primeira vez que consegui fazer o Moon Walker eu pirei. Fui na matinê no domingo e mostrei para todos os meus amigos.

Algumas vezes participava de concursos incentivado pelos amigos imitando os passes dele. Fiz isso até os 20 anos mais ou menos. Quando mudei para Manaus, pouco dançava em discotecas. Como pouco danço até hoje.

Um fato curioso era que esse meu amigo era negro e dançavamos parecidos, pois ensaiavamos sempre juntos. Só que ele sempre ganhava e muitas vezes eu era o segundo. O fato é que come ele era negro e o Michael também ele levava vantagem pela cor. Quando vim morar em Manaus ele começou a aparecer com aquela mudança de tonalidade na pele. Ai certa vez disse para esse meu amigo no telefone: " se agente dancasse agora eu ganharia", ele não se conteve e pos-se a rir...

Até hoje, com 39 anos, ainda danço alguns passos dele. Esses dias tenho repetidos alguns aqui em casa. To pensando em fazer um video amador e guardar...se fizer prometo que posto..rss. pelos menos será engraçado, garanto!

Um comentário:

Francisco disse...

Cara, não preciso te dizer que fiquei muito triste com a morte do Michael Jackson. Fiz uma singela homenagem através da mensagem de boa semana que sempre envio aos amigos e amigas. Penso que o Nelson Mota sintetizou bem essa perda ao dizer que a partida do Michael significa que se foi a trilha sonora da nossa juventude. Não raras vezes, também quando me aventurava a dar alguns passos dizia: bom mesmo nesse negócio é o meu irmão, Franzé.
Lembro-me como se fosse hoje, o que você conta, sobre o lançamento do album trhiller no fantástico: primeiro Beat it, depois Billie jean e o coroamento com trhiller. Creio que tivemos a felicidade de viver nossa juventude numa época que ainda era possível se divertir com os amigos e amigas sem os pavores da violência dos dias atuais e sem dúvida ouvir e dançar Michael jackson e voltar no tempo e reviver é também viver. Aconselho que vá em frente e faça esse video. Tenho muito orgulho de ter você como meu irmão. Parabéns pelo trabalho, pela família, por tudo.